Como armazenar senhas de forma segura em sua aplicaçao - Parte 1

Como armazenar senhas de forma segura em sua aplicaçao - Parte 1

Comments
password cryptography encryption hashing
02 November 2012

Esse é um assunto básico e relativamente simples no contexto que vou apresentar. No entanto é algo largamente negligenciado por muitos sites e aplicaçoes que construimos e consumimos todo dia. Talvez pela aparente simplicidade.

Armazenar adequadamente as senhas dos nossos usuários é um dos muitos aspectos que compoe a segurança de nossas aplicaçoes e com poucas horas, ou até minutos, de estudo sobre o assunto é possível faze-lo de maneira bastante satisfatória.

Portanto, se você nao quiser fazer um papelao como o LinkedIn, que armazenava suas senhas em plaintext quando foi hackeado ou como o próprio Yahoo que também nao utilizava melhores praticas é fundamental levar este assunto a sério.

Conceitos Básicos

A idéia por trás do armazenamento seguro de senhas é garantir que mesmo que alguém nao autorizado tenha acesso a seu banco de dados nao irá conseguir tirar proveito dos dados que acessou.

A fim de atingir esse objetivo a prática mais utilizada (se nao única) é a de criptografia. De acordo com a definiçao do Wikipedia criptografia significa:

O estudo dos princípios e técnicas pelas quais a informaçao pode ser transformada da sua forma original para outra ilegível, de forma que possa ser conhecida apenas por seu destinatário

Em termos práticos, criptografar uma informaçao significa transformá-la, por meio de um algorítmo, em qualquer outra informacao diferente da original tornando possível a transmissao ou armazenamento de maneira segura.

Utilizamos criptografia reversível como 3DES ou AES em cenários onde recuperar a informaçao original é fundamental, como no caso de armazenamento de informaçoes confidenciais como por exemplo números de cartoes de crédito [1]. Sem que o número do cartao de crédito do cliente seja recuperado é impossível efetuar uma cobranca.

Um ponto importante a respeito de criptografia reversível é que a informaçao resultante do processo tem um tamanho variável e geralmente próximo do tamanho da informaçao original portanto uma entrada de dados com tamanho de 3mb, por exemplo, teria uma saída criptografada de aproximadamente 3mb, também.

Hashing

Contudo, em nosso cenário de armazenamento de senhas, nao estamos realmente interessados em conhecer a informaçao original (a senha do usuário), mas sim em garantir que ele tenha digitado-a corretamente quando quiser acessar nossa aplicaçao.

Ai entra um outro tipo de algoritmo criptográfico chamado de hashing.

Funçoes de hashing recebem uma entrada de dados de tamanho variável e através de um algoritmo fornecem uma saída de dados única e com tamanho fixo e irreversível nao importando o tamanho da entrada. Tomando MD5 como exemplo, uma entrada de dados de 100kb ou 3mb iriam produzir uma saída única e diferente para cada uma das entradas de dados com um tamanho de fixo 128 bits.

A unicidade da saída de dados é garantida até certo ponto e varia de acordo com o algoritmo utilizado e a entrada de dados passada para a funçao. No entanto as chances de colisao (mais de uma entrada mapear para a mesma saida de dados) sao pequenas o suficiente para ignorarmos na maioria dos casos. Ainda no caso de MD5, a primeira colisao apareceria depois de cerca de 2e64 hashes gerados.

Conclusao

Portanto, em nosso cenário a melhor saída é a utilizaçao de uma funçao de hashing ao invés de criptografia. Ainda assim, existem outros cuidados que devemos tomar no uso de funcoes de hashing e é sobre isso que falarei no próximo post quando mostrarei como aplicar tais funçoes no armazenamento e validaçao da senha de um usuário.

Até lá :)

[1] - Armazenar cartoes de crédito de seus clientes nao é uma boa idéia. Quando devemos fazer a cobrança apenas uma vez normalmente nao armazenamos esse número, mas no caso de cobranças recorrentes este é um mal necessário e existem outras regras além de criptografia pra garantir que este processo seja seguro.


<< Validando domínio de maneira simples em C#
Como armazenar senhas de forma segura em sua aplicaçao - Parte 2>> 
comments powered by Disqus
tucaz

tucaz

.NET Software Developer
About
All Posts
RSS
@tucaz
GitHub